Carnaval 2019

Com o título “Manto Sagrado, A História que o Tempo Bordou“, o enredo irá exaltar a memória do samba contando a história do surgimento do pavilhão das escolas de samba, que é considerado o símbolo maior de uma entidade carnavalesca.

“A história que originou esse enredo, foi contada a mim pelo Sr. Fernando Penteado, um dos baluartes do carnaval de São Paulo, e que lhe foi contada por outro baluarte, o Mestre Gabi. Segundo o conto desses senhores, contada de pai para filho, vem a narrativa que entendemos de onde vem a ancestralidade do pavilhão. O fato do espírito e empatia de reconhecer uma imagem estampada em um tecido e ela, com sua história, mexer a tal ponto com as pessoas, que se sentem daquela família, ou daquele grupo. É isso que nos faz devotos dos pavilhões de nossas agremiações, a empatia com tudo que envolve esse pedaço de pano que carrega tantos significados. Também aproveitamos para fazer uma homenagem às pessoas que guardam essas histórias, criando assim uma consciência de que só projetamos um futuro, sabendo de nossas origens”, explica André Rodrigues, carnavalesco da escola.

Já Rafael Falanga, presidente da MuM, fala da importância do tema para a valorização do carnaval paulistano. “Estamos muito orgulhosos em poder dar esse presente para o samba de São Paulo. Vamos abordar a história do pavilhão, aquela que vem sendo passada de pai pra filho ao longo do tempo. É uma grande homenagem ao carnaval paulistano e as pessoas que seguem mantendo essa tradição viva. Por isso, contamos com todos que queiram participar desse projeto, vamos abrir os desfiles do grupo de Acesso com essa união de sambistas”.

 

 

 

Confira a logomarca animada do enredo 2019: